Se você é fã de MPB ou do Djavan, com certeza já ouviu a música Flor de Lis. A canção está entre as composições mais famosas do artista, além de ser considerada uma das letras mais bonitas de toda a sua carreira. A música fala sobre amor, erro e perdão, embaladas na voz de um dos maiores nomes da música brasileira.  

Mesmo que pareça óbvio para alguns sobre o que se trata a música Flor de Lis, ainda existem muitos mistérios por trás dela. Existem diversas histórias sobre a música, desde o que inspirou Djavan até as reais intenções do artista com essa canção. Mesmo que a história Flor de Lis circule por tanto tempo entre os fãs de Djavan, o cantor jamais confirmou nenhuma das versões e, muito pelo contrário, chegou a desmentir certas lendas urbanas sobre sua canção.

Saiba mais sobre a música Flor de Lis Djavan e a história Flor de Lis
Saiba mais sobre a música Flor de Lis Djavan e a história Flor de Lis. | Foto: Reprodução/Studio Sol.

Dito isso, a Novabrasil apresenta as principais histórias que rondam a canção Flor de Lis, uma das canções mais icônicas de Djavan. Além disso, confira a letra da música e tire você mesmo suas próprias conclusões! 

As histórias por trás de Flor de Lis, música de Djavan

As histórias sobre a música Flor de Lis, de Djavan, surgiram pouco tempo após o lançamento da canção. Isso porque a letra era intrigante e, na época, acreditava-se que a canção continha mensagens subliminares, que passariam pela censura da Ditadura Militar.

Foi com a internet, no entanto, que a maioria das histórias surgiram e a ideia de mensagens subliminares desapareceu, dando espaço a diversas versões do que teria levado Djavan a compor e cantar tal música. Mas antes de começarmos, vamos entrar no clima da canção?

A principal delas surgiu em 2008, começando como uma pequena teoria e ganhando dimensões inacreditáveis, se destacando em diversos blogs e sites. Segundo fãs, ou teóricos da conspiração, Djavan era casado, na época, com uma mulher chamada Maria. Algum tempo depois, o casal teria engravidado e dado a luz a uma menina, chamada Margarida. Os dois nomes não surgem à toa, isso porque ambos são citados na música pelo cantor frequentemente.  

A segunda parte da história, contudo, não é muito feliz, uma vez que teriam ocorrido diversas complicações no parto e mãe e bebê corriam risco de vida. Djavan teria dito ao médico que era para salvar as duas e que não iria escolher entre sua mulher e sua filha. A ideia do nascimento de uma criança e de complicações no parto surge de alguns trechos específicos da canção, em que a música afirma que Maria (sua esposa) estaria fria e que dela nem Margarida teria nascido. 

Deste trecho já é possível imaginar a terceira parte da história de Flor de Lis, em que nenhuma das duas sobrevive às complicações. A partir daí, Djavan está sozinho e tem de enfrentar o luto, a dor de perder sua mulher Maria e sua filha recém-nascida Margarida.  

Os fãs que criaram essa história um tanto quanto triste para a música, também pensaram em uma moral para a história. Pois de acordo com eles, o objetivo do cantor era transmitir uma mensagem a todos os seus fãs. A moral seria a de que temos que aproveitar cada segundo com as pessoas que amamos, pois pode chegar o dia em que elas não estarão mais ao nosso lado. Ou pior, teremos que decidir sobre seu futuro, sobre se vivem ou morrem. 

Lenda Urbana

Por mais que a história criada por fãs faça muito sentido, uma vez que a letra da canção Flor de Lis parece falar sobre a perda e o luto, o próprio Djavan desmentiu tal história. Na verdade, o cantor negou essa versão diversas vezes e chegou a dizer que o que contavam era mais uma lenda urbana do que a história por trás da canção. 

Em uma entrevista em 2010, Djavan afirma: “Existe uma explicação na internet, completamente falsa, nada daquilo jamais aconteceu, não é uma experiência pessoal, é uma invenção. De um modo geral, as minhas composições não falam de mim mesmo”. 

O cantor, no entanto, não nega durante a entrevista que a letra possui algumas experiências reais de vida, mas que todas são momentos em que o cantor viveu e se sentiu de uma determinada forma. Ele diz que em nenhum momento escreveu a canção pensando em um momento específico, muito menos em um momento tão triste e sombrio. 

Djavan também afirma que a história que inventaram é extremamente criativa e que as pessoas por trás possuem uma imaginação absurda, e que mesmo que os fãs queiram imaginar que suas músicas são autobiográficas, elas não são. Todas as suas letras possuem um pouco dele, mas não contam a história de sua vida. 

Um possível significado por trás de Flor de Lis

Por mais que muitas histórias sejam contadas sobre a canção Flor de Lis, não há nenhuma versão, até então, considerada verdadeira. Algumas entrevistas de Djavan, no entanto, apontam uma direção para o verdadeiro significado por trás de sua música. 

Segundo o cantor, Flor de Lis não é uma música triste, é apenas uma canção de amor. Ele afirma que entende a confusão das pessoas a respeito de uma possível morte, mas que no fim não é sobre isso que se trata sua letra. Flor de Lis fala sobre um amor que terminou, um amor que não pode vingar e na letra a história ficaria bem clara. Djavan também afirma que o refrão, motivo da confusão de muitos, é apenas a finalização dessa história de amor, algo do tipo “olha, estávamos juntos, porém nosso amor chegou ao fim e é sobre isso”. 

O cantor também comenta que buscou falar sobre o fim de um relacionamento de forma leve, sem drama ou problemas. O objetivo era mostrar o que acontece quando um grande amor acaba, se nós devemos remoer aquilo ou apenas seguir em frente. 

Além disso, a canção fala sobre erros cometidos em um relacionamento e como eles podem ser fatais para o casal. Quando Djavan canta que Maria permaneceu fria, está falando que, mesmo com os pedidos de desculpas do amante, a jovem não o perdoou. 

Letra da música Flor de Lis

Agora que você conhece as histórias por trás da música de Djavan, confira a letra da canção e tire suas conclusões: qual das versões é a mais plausível para Flor de Lis? A morte da mulher e sua filha ou um amor que deu errado? 

“Valei-me, Deus, é o fim do nosso amor 

Perdoa, por favor 

Eu sei que o erro aconteceu 

Mas não sei o que fez tudo mudar de vez 

Onde foi que eu errei? 

Eu só sei que amei, que amei 

Que amei, que amei 

Será talvez que minha ilusão foi dar meu coração 

Com toda força pra essa moça me fazer feliz? 

E o destino não quis me ver como raiz 

De uma flor de lis 

E foi assim que eu vi nosso amor na poeira 

Poeira 

Morto na beleza fria de Maria 

E o meu jardim da vida ressecou, morreu 

Do pé que brotou Maria, nem margarida nasceu 

E o meu jardim da vida ressecou, morreu 

Do pé que brotou Maria, nem margarida nasceu 

Valei-me, Deus, é o fim do nosso amor 

Perdoa, por favor 

Eu sei que o erro aconteceu 

Mas não sei o que fez tudo mudar de vez 

Onde foi que eu errei? 

Eu só sei que amei, que amei 

Que amei, que amei 

Será talvez que minha ilusão foi dar meu coração 

Com toda força pra essa moça me fazer feliz? 

E o destino não quis me ver como raiz 

De uma flor de lis 

E foi assim que eu vi nosso amor na poeira 

Poeira 

Morto na beleza fria de Maria 

E o meu jardim da vida ressecou, morreu 

Do pé que brotou Maria, nem margarida nasceu 

E o meu jardim da vida ressecou, morreu 

Do pé que brotou Maria, nem margarida nasceu 

E o meu jardim da vida ressecou, morreu 

Do pé que brotou Maria, nem margarida nasceu 

E o meu jardim da vida ressecou, morreu 

Do pé que brotou Maria, nem margarida nasceu.”

Agora que já conhece tudo sobre a história da música Flor de Lis, está na hora de sentar e ouvir essa canção que é tão especial para a carreira de Djavan. Mas se você deseja ir além e conferir outros conteúdos incríveis sobre o cantor e outros astros da música popular brasileira, o site da Novabrasil é o local ideal para você. Gostou? Então clique aqui e fique por dentro do universo da música!