Acervo MPB: Vanessa da Mata – Parte 2

Por: Novabrasil
13 de outubro de 2021

A primeira parte deste conteúdo, você confere aqui.

– Vanessa logo atinge o estrelato e conquista o Brasil inteiro com sua voz doce e ao mesmo tempo forte e inconfundível. Os destaques do disco são os super sucessos Não Me Deixe Só, Onde Ir e Viagem; todas composições de Vanessa; além de Case-se Comigo, parceria dela com Liminha; e as versões de Nossa Canção, de Luiz Ayrão e de Alegria, de Assis Valente e Durval Maia. A Força Que Nunca Seca também faz parte do disco.

– Em 2004, Vanessa da Mata sai em turnê de seu primeiro disco pelo Brasil. Em 2004, lança seu segundo álbum, Essa Boneca Tem Manual, com o mega hit Ai, Ai Ai… e os grandes sucessos Ainda Bem e Música, todas parcerias com Liminha. Além das versões bem sucedidas de Eu Sou Neguinha, de Caetano Veloso e História de Uma Gata, de Chico Buarque, Luiz Enriquez Bacalov e Sérgio Bardotti.

Ai, Ai, Ai… foi a  música nacional mais executada nas rádios em 2006 e o álbum chegou a Disco de Platina. Ainda em 2004, Vanessa saiu em turnê com o disco, que durou até 2006 e contou com mais de 100 shows.

Ben Harper e Vanessa da Mata cantando
O cantos norte-americano, Ben Harper e Vanessa da Mata

– Em 2007, Vanessa da Mata lança o seu terceiro álbum, Sim, gravado entre o Brasil e a Jamaica e com a participação dos ícones jamaicanos Sly & Robbie. O grande destaque do disco vai para a parceria com o cantor americano Ben Harper, na canção que virou um super hit Boa Sorte/Good Luck, sucesso absoluto nas rádios do Brasil e do mundo.

– Além disso, fazem parte do disco os grandes sucessos Vermelho, Ilegais, Fugiu com a Novela, Quando Um Homem Tem Uma Mangueira no Quintal, Amado (em parceria com Marcelo Jeneci) e Você Vai me Destruir (parceria com Fernando Catatau). O disco também conta com a participação especial de João Donato e Wilson das Neves.

– Para o mercado internacional, ainda foram lançadas três versões em inglês dos três primeiros singles do álbum: Loved (Amado), Red (Vermelho) e Good Luck (Boa Sorte/Good Luck). O disco vence o Grammy Latino, na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro.

– Ainda em 2007, Vanessa inicia a turnê do disco: Jardim e Perfumes de Sim, o que lhe rende a gravação do CD e DVD Multishow ao Vivo – Vanessa da Mata, em 2009, gravado em Paraty, no Rio de Janeiro, comemorando os seus seis anos de sucesso.

– Em 2009, Vanessa encerra a turnê anterior, com mais de 180 apresentações. Em 2010, lança o disco de inéditas e autorais Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias, com os sucessos O Tal Casal, Te Amo e Quando Amanhecer (parceria com Gilberto Gil).

– O álbum é indicado ao Grammy Latino, na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro e a turnê do disco conta com mais de 100 apresentações, durando até o ano seguinte.

– Apesar de Vanessa não tocar nenhum instrumento, ela conta que chega ao estúdio com as canções e melodias prontas. Nos ensaios ela passa a cada músico o que está em sua cabeça. Segundo a cantora, o processo de criação de seus álbuns são totalmente artesanais, pois ela mesma canta as melodias para os demais integrantes da banda.

– Em 2011, Vanessa da Mata compõe e grava, em parceria com Seu Jorge e o grupo Almaz, a música Boa Reza para o mais recente álbum da organização Red Hot, o Red Hot+Rio 2. As vendas são revertidas para campanhas de conscientização para o combate à AIDS/HIV e outras questões sociais relacionadas à saúde.

A última parte deste conteúdo já está disponível! Confira aqui.

Quer escutar este acervo e de outros artistas? Confira a primeira temporada do podcast Acervo MPB.

ACERVO
 

DESTAQUES | PODCASTS