Conheça o antes e depois dos personagens da novela ‘Pantanal’ 

A novela Pantanal teve uma distância de 20 anos de história e parte dos atores foi substituída para caracterizar essa passagem de tempo. O elenco conta com algumas mudanças, por exemplo, Renato Góes, Bruna Linzmeyer e Letícia Salles dão lugar a Marcos Palmeira, Karina Telles e Dira Paes nos papéis de José Leôncio, Madeleine e Filó, respectivamente. Trinta e dois anos distanciam a primeira versão de “Pantanal”, exibida na TV Manchete em 1990, e o remake que está sendo transmitido na Globo.

A essência da história, em que o maior aspecto da natureza é o amor, como dizem as chamadas, está mantida, mas recebem toques e discussões atuais, como também o investimento tecnológico para garantir paisagens impressionantes que vão fazer o telespectador viajar pelo interior do Brasil sem levantar do sofá.

 Além das novas tramas, na nova fase de Pantanal os personagens principais continuam no remake da Globo, porém com novos atores e atrizes. Confira abaixo quem vai substituir os famosos que estrearam, relembre os atores que deram vida aos personagens de Pantanal, essa novela que marcou gerações, e descubra como eles estão hoje.

Pantanal foi um grande sucesso na teledramaturgia brasileira. | Foto: Divulgação/Montagem.

 

Juma Marruá

Juma Marruá, protagonista da novela, foi caracterizada por Valentina Oliveira, durante a infância. Nessa segunda etapa, a personagem será responsabilidade de Alanis Guillen, que já disse que não pretende fazer uma versão semelhante da atuação de Cristiana Oliveira, em 1990. A personagem sem a mãe, que foi assassinada, ficará isolada, mas encontrará apoio em Jove, filho de José Leôncio.

Alanis Guillen (esquerda) e Cristiana Oliveira (direita). | Foto: Divulgação/Montagem.

Jove

Jove, interpretado na primeira fase por Gui Tavares no remake da Globo, é o filho de José Leôncio e Madeleine, quando pequeno ele viveu no Rio de Janeiro, ao lado dos avós e da tia. Já adulto, o protagonista de “Pantanal” será interpretado por Jesuíta Barbosa. Desse modo, na trama, ele vive o dilema de se reconectar com o pai, que pensava que estava morto, e acaba se apaixonando por Juma.

O personagem que vem a se apaixonar por Juma inicia a história como um típico garoto da cidade, e é apenas aos poucos que consegue se adaptar à vida no Pantanal. Quem lhe empresta seu rosto é o ator Marcos Winter, atualmente com 55 anos.

Jesuíta Barbosa (esquerda) e Marcos Winter (direita). | Foto: Divulgação/Montagem.

 

José Leôncio

Na primeira fase de “Pantanal”, o peão foi interpretado por Renato Góes, que recebeu críticas positivas na época. Agora, o famoso personagem teve o bastão passado para Marco Palmeira. Nessa nova versão de Bruno Luperi, José Leôncio continua crescendo na vida e surge como dono de muitas cabeças de boi e terras, como também começa a se relacionar com Jove, seu filho com Madeleine. Antes de Renato Góes, José Leôncio foi interpretado na infância por Fred Garcia, logo depois, já adolescente, foi a vez de Drico Alves. 

José Leôncio tem sua história dividida em duas etapas. Assim, na primeira, foi vivido por Paulo Gorgulho e, em 2022, é Renato Góes quem o interpreta. Na segunda fase da novela, Cláudio Marzo aparece como José Leôncio em 1990 e Marcos Palmeira assume seu lugar no remake. Na trama, em uma viagem ao Rio de Janeiro, o peão de comitiva se apaixona e casa com Madeleine. 

Ao voltarem para o Pantanal, os dois têm um filho chamado Jove. No entanto, ao longo da história, Zé Leôncio descobre mais dois filhos, tem um relacionamento com Filó e não desiste de reencontrar seu desaparecido pai, Joventino.

Marcos Palmeira (esquerda) e Cláudio Marzo (direita). | Foto: Divulgação/Montagem.

 

Filó

Na primeira fase da novela, Filó chamou a atenção do público. Vivida por Letícia Salles, uma novata nas produções da Globo, ela mostrou que tinha talento para seguir ao longo do remake. Atualmente, a mãe de Tadeu será vivida por Dira Paes, uma veterana da teledramaturgia da Globo, que garante que trabalhou ao lado da amiga de elenco para desenvolver a personalidade dela. A atriz Jussara Freire foi a Filo na primeira versão nos anos 90.

Na história, Filó é empregada doméstica e mãe de Tadeu, mas segue com um relacionamento com José Leôncio.

Dira Paes (esquerda) e Jussara Freire (direita). | Foto: Divulgação/Montagem.

 

Madeleine

No início da novela Madeleine, personagem de Bruna Linzmeyer, era uma garota mimada, que se apaixona por Zé Leôncio, com quem se casa, porém acaba deixando a relação após o nascimento de seu filho. Na segunda fase, quem assume a personagem é Karine Teles, que seguirá levando ao público momentos importantes da personagem. Na TV Manchete, a responsável por dar vida a personagem na segunda fase foi Ítala Nandi.

Karine Teles (esquerda) e Ítala Nandi (direita). | Foto: Divulgação/Montagem.

 

Tadeu

Tadeu é filho de Filó e José Leôncio, a quem chama de padrinho. Logo depois a mãe revela seu segredo e pede para que o menino não tenha um tratamento diferenciado, ou seja, é peão e pronto. Em 1990, Marcos Palmeira era Tadeu. Agora é José Loreto quem o interpreta.

José Loreto (esquerda) e Marcos Palmeira (direita). | Foto: Divulgação/Montagem.

Curiosidades

1 – “Pantanal” é um trabalho de avô para neto 

A adaptação do texto original de Benedito Ruy Barbosa foi realizada pelo neto dele, Bruno Luperi. “Trabalhar nesse texto é quase uma terapia. Estou encontrando os valores da nossa família”, disse Bruno em entrevista.

2 – A novela não terá cidade cenográfica

Cenas externas foram feitas no Mato Grosso do Sul. Assim, nos Estúdios Globo, foram reproduzidas apenas as casas de personagens e outros cenários internos. Por isso, a novela é garantia de paisagens reais.

3 – Estética das paisagens 

Dirigida por Jayme Monjardim, foi marcada por longas cenas com exibição de lindas paisagens embaladas por trilhas sonoras. Atualmente, a estética será parecida, com o próprio Pantanal sul-mato-grossense, por exemplo, como personagem.

5 – Hospedagem dos atores 

Foram escolhidas seis fazendas no Mato Grosso do Sul para serem utilizadas como hospedagem, locação e para estocagem do material de produção.

A novela Pantanal foi um sucesso de audiência quando foi televisionada pela primeira vez e o seu remake também vem recebendo críticas positivas pelo público. A produção é uma ótima recomendação para conhecer o sul mato-grossense sem sair de casa.