Há exatos 42 anos, no dia de hoje, o Brasil perdia – vítima de uma embolia pulmonar, aos 66 anos – um dos seus maiores poetas e letristas: Vinicius de Moraes.

Praticamente uma lenda de nossa história, o também cantor, compositor, dramaturgo, crítico, roteirista e diplomata carioca, fez história para sempre dentro e fora do país e sua contribuição para a música popular brasileira é imensurável.

Quase todos os maiores nomes da música brasileira gravaram alguma composição de Vinicius, que – junto com Tom Jobim e João Gilberto – é conhecido como um dos fundadores da Bossa Nova – movimento que transformou a história da MPB, no fim dos anos 50, com uma inovadora sincopação do samba – quando João colocou o seu característico violão na icônica canção Chega de Saudade, de Tom e Vinicius.

Sua obra é vastíssima, passando pela literatura, teatro, cinema e música. Em 2008, foi eleito o 18º maior artista da música brasileira, em lista publicada pela Revista Rolling Stone.

Entre seus principais parceiros estão:

Tom Jobim

Além de Tom Jobim, com quem compôs também Garota de Ipanema – canção brasileira mais gravada fora do Brasil e a segunda canção mais gravada no mundo, ficando atrás comente de Yesterday, dos Beatles – além das clássicas: Se Todos Fossem Iguais A Você, Eu Sei Que Vou Te Amar, Insensatez, Eu Não Existo Sem Você, Água de Beber, A Felicidade, O Morro Não Tem Vem, entre tantas outras.

Toquinho

Outro grande parceiro de Vinicius até o fim da vida foi Toquinho. Juntos fizeram, entre muitos outros sucessos: Aquarela, Tarde em Itapoã, A Tonga da Mironga do Kabuletê, Regra Três, Samba da Rosa, Sei Lá (A Vida Tem Sempre Razão), O Bem Amado e O Pato.

Com Baden Powell, Toquinho compôs os clássicos Samba da Benção, Canto de Ossanha, O Astronauta e Berimbau. Com Carlos Lyra, o sucesso Coisa Mais Linda e Minha Namorada. Com Chico Buarque, Gente Humilde.

Outros grandes clássicos de Vinicius de Moraes são: Pela Luz Dos Teus, Onde Anda Você e A Casa, poema musicado de seu livro A Arca de Noé.

Vinicius é também autor de alguns dos principais poemas e sonetos da nossa história – Soneto da Separação, Soneto da Fidelidade, Soneto da Despedida e O Operário em Construção – e do clássico espetáculo Orfeu da Conceição, que inspirou o filme Orfeu Negro, ou Orfeu do Carnaval, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Vinicius de Moraes segue vivo em toda a sua brilhante e magistral obra e com toda a contribuição que trouxe para a música e para a cultura do Brasil. O Poetinha é um dos nomes mais importantes da nossa história!

16 curiosidades sobre “Garota de Ipanema”