Hoje é dia de celebração dupla! Data que celebra duas coisas tão fundamentais para a nossa existência, que chega a ser poético que sejam comemoradas juntas: a música e o sorriso. O sorriso e a música.

Sim, dia 01 de outubro é celebrado o Dia Internacional da Música e toda primeira sexta-feira do mês de outubro é comemorado o Dia Mundial do Sorriso.

A música é capaz de nos emocionar, de nos fazer sorrir, de nos fazer chorar, de nos transportar para os mais diversos lugares e sentimentos. A música tem o poder de conectar pessoas, de norte a sul, de leste a oeste, no mundo inteiro. O sorriso também. Um sorriso é um afago na alma, conforta, acalma, abraça, une. A música também. A música cura, fortalece, diverte os nossos dias. Um sorriso também.

Tanto a música quando o sorriso são linguagens de comunicação universais, capazes de mudar o mundo. Como diz Emicida na sua maravilhosa canção Principia: “A música é só uma semente. Um sorriso ainda é a única língua que todos entendem”.

—-

Saiba mais:

O Dia Mundial da Música foi instituído, em 1975, pelo International Music Council, organização não governamental fundada com o apoio da UNESCO, com o objetivo de promover valores de paz e amizade por intermédio da música, levando-a a todos os setores da sociedade.

Já o Dia Mundial do Sorriso é comemorado desde 1999, a pedido do desenhista americano Harvey Ball, que faleceu em 2001. Harvey é o autor daquele círculo amarelo com olhinhos e boca bem sorridentes, o Smiley (Smile é sorriso, em inglês), hoje usado com tanta frequência nos meios de comunicação de todo o mundo, por meio de emojis, também tornando-se praticamente uma linguagem universal.

Ball foi contratado, no início dos anos 60 para uma campanha de incentivo, que desse mais estímulo e motivação aos funcionários de uma companhia de seguros de Massachusetts que havia sofrido uma fusão. Ele então, criou a imagem de algo que parecia com um sol sorrindo, com o intuito de fazer com que os funcionários sorrissem mais, usando bottons divertidos estampados com o Smiley para atender os clientes.

A campanha foi um sucesso e logo os bottons tornaram-se tão populares que passaram a ser vendidos para a população, além de vários outros artigos e objetos associados à imagem do Smiley.

Harvey cobrou apenas o valor de criação do desenho (o equivalente a 45 dólares!), não patenteou a marca e nunca mais ganhou nenhum centavo com sua criação. Mas com certeza ele ficou rico de coisas muito mais valiosas: recebia cartas diariamente de pessoas que agradeciam por sua criação.

Resolveu criar então, em 1999, a World Smile Foundation, um fundo de caridade sem fins lucrativos que apoia as causas das crianças. O grupo licencia Smileys e organiza o Dia Mundial do Sorriso, que acontece na primeira sexta-feira de outubro de cada ano e é um dia dedicado à alergia e ao bom humor. A frase de efeito da campanha é: “Faça um ato de bondade: ajude uma pessoa a sorrir”.
—–

Para comemorar o dia de hoje, preparamos uma playlist especial, cheia de sorrisos e de música brasileira. Que nossa música te façam sorrir, hoje e sempre!

1 – O Sol Nascerá – Cartola
(A sorrir eu pretendo levar a vida. Pois chorando eu vi a mocidade perdida.)

2 – Lugar ao Sol – Charlie Brown Jr.
(Livre pra poder sorrir, sim. Livre pra poder buscar o meu lugar ao sol.)

3 – Sorri – Djavan (versão de João de Barro para Smile, de Charles Chaplin)
(Sorri, quando a dor te torturar. E a saudade atormentar os teus dias tristonhos, vazios.)

4 – Sorri, Sou Rei – Natiruts
(Quando você se foi chorei, chorei, chorei. Agora que voltou sorri, sorri, sou rei.)

5 – Sorriso Negro – Dona Ivone Lara
(Um sorriso negro, um abraço negro, traz felicidade. Negro sem emprego, fica sem sossego. Negro é a raiz de liberdade.)

6 – Preciso do Teu Sorriso – Mariana Aydar (Dominguinhos)
(Preciso desse teu amor, ai amor, mas como preciso. Não posso mais viver, sem teus beijos, teu sorriso.)

7 – Sorriso Aberto – Jovelina Pérola Negra
(Logo eu com meu sorriso aberto. E o paraíso perto, e a vida melhorar.)

8 – Vou Deitar e Rolar – Elis Regina (Baden Powell e Paulo César Pinheiro)
(Quaquaraquaquá, quem riu? Quaquaraquaquá, fui eu.)

9 – Se eu sorrir, Tu não podes chorar – Martinho da Vila e Zeca Pagodinho
(Quá, Quá, Quá! Quá, Quá, Quá! Se eu sorrir, tu não podes chorar.)

10 – Eu Vivo a Sorrir – Adriana Calcanhotto
(Eu vivo a sorrir, eu vivo a sorrir. Pro caso de você virar a esquina e adentrar a livraria.)

11 – Sorriso de Agogô – Silva
(Eu vou, Cantar, Subir, Já fui, Chegou, Sorri.)

12 – Sorriu Pra Mim – João Gilberto (Luiz Cláudio e Garoto)
Sorriu pra mim, não disse nada porém. Fez um jeitinho de quem quer voltar.)

13 – Na Paz do Seu Sorriso – Roberto Carlos e Erasmo Carlos
(Na paz do seu sorriso, Meus sonhos realizo, E te beijo feliz.)

14 – Dois Sorrisos – Móveis Coloniais de Acaju
(Seu sorriso é o que preciso. E quanto ao resto, eu juro tanto faz.)

15 – Sorriso Madeira – Marcelo Jeneci
(Seu sorriso pra mim, viu, é madeira. Ah-ah de jacarandá com cheiro de hortelã.)

16 – Um Sorriso entre Nós Dois – Vanessa da Mata
(Vamos dançar pra amanhã. Não esquecer no depois. E servir um sorriso entre nós dois.)

17 – Tá rindo é? – Ana Carolina
(Ah, vamos dando risada que a vida nos chama não da pra chorar. A minha oração é bem curta pra não entediar. E vamo que vamo e vamo que vamo que dá.)

18 – Sorrir e Cantar como na Bahia – Novos Baianos
(Que mãe só não pode entrar nessa. Muito pelo contrário. É sofrer e chorar como Maria. Sorrir e cantar como Bahia.)

19 – Teu Jeito de Sorrir – Beth Carvalho (Arlindo Cruz, Babi e Jr. Dom)
(Não foi teu olhar, não foi teu andar. Foi teu jeito de sorrir. Que me cativou, que me fez sonhar. Fez meu mundo se abrir.)

20 – Vitoriosa – Ivan Lins
(Quero sua risada mais gostosa. Esse seu jeito de achar. Que a vida pode ser maravilhosa.)

21 – Risos – Tim Maia
(Risos, risos, risos, pra festejar. Eu preciso muitos risos, eu preciso. Queixas e tristezas, deixa pra lá.)

22 – Riso Cristalino – Dominguinhos
(Meu olhar não leva jeito de chorar, quando vê o teu sorriso derramar. Esse riso cristalino de alegria, como o beijo que a praia deu no mar.)

23 – Gargalhadas – 5 a Seco
(Rir mais, soltar gargalhadas. Deixar pra trás. O que te entristece, tece teus ais.)