Hoje, um dos maiores ícones da música popular brasileira completa 81 anos: Ney Matogrosso!

Multiartista – cantor, compositor, bailarino, coreógrafo, ator, além de atuar como diretor e iluminador dos seus espetáculos e de outros artistas – o showman Ney Matogrosso é um dos maiores artistas do nosso país. A Revista Rolling Stone Brasil classificou sua bela voz como a terceira maior voz da música brasileira de todos os tempos.

Sua presença e performance de palco brilhantes e marcantes, sua voz precisa – doce e ao mesmo tempo cortante – e sua versatilidade inigualável, fazem de Ney uma referência mundial no que diz respeito à música, estética artística e comportamento, deixando-nos hipnotizados por seu talento a cada vez que sobe em um palco.

Foto: Reprodução Vivo Música

Com mais de 50 anos de carreira e mais de 40 álbuns lançados, Ney Matogrosso é um dos intérpretes brasileiros mais importantes e produtivos no cenário artístico e já gravou canções de grandes nomes de nossa música como Chico Buarque, Milton Nascimento, Cartola, Tom Jobim, Rita Lee, Caetano Veloso, Noel Rosa e Gilberto Gil, imprimindo a sua personalidade em tudo o que grava.

Iniciou a carreira em uma das bandas mais inovadoras e irreverentes da história do nosso país, responsável por transformar a MPB para sempre, o Secos & Molhados, da qual fez parte por dois anos e com quem lançou dois discos de muito sucesso, o primeiro tendo sido considerado uma obra-prima e o quinto maior álbum da história da música popular brasileira, também pela Revista Rolling Stone Brasil.

Com o Secos & Molhados, Ney lançou os grandes sucessos O Vira e Rosa de Hiroshima (ambas de João Ricardo e Luli), Sangue Latino (de João Ricardo e Paulinho Mendonça), Fala (de João Ricardo e Paulinho Mendonça), Flores Astrais e Amor (ambas de João Ricardo e João Apolinário), Assim Assado (de João Ricardo), Não Não Digas Nada (de João Ricardo e Fernando Pessoa), entre outros.

Logo depois, já em carreira solo, firmou-se como uma das principais vozes do nosso país e influenciou toda uma geração de artistas, com suas interpretações sublimes, suas maquiagens cênicas, seus figurinos modernos, suas coreografias que exalam poesia e sensualidade – de forma livre e pulsante – e sua estética artística excepcional.

Entre as canções de maior sucesso em sua voz, estão: Homem Com H (de Antônio Barros), América do Sul (de Paulo Machado), Bandido Corazon (de Rita Lee), Bandolero (de Luli e Lucina), Por Debaixo dos Panos (de Cecéu), Tanto Amar e Até o Fim (ambas de Chico Buarque), Balada do Louco (de Arnaldo Baptista e Rita Lee), Pavão Mysteriozo (de Ednardo), Poema (de Cazuza e Frejat), Um Pouco de Calor (de Dan Nakagawa) e Vida, Vida (de Moraes Moreira, Zeca Barreto e Guilherme Maia).

Um artista muito à frente de seu tempo. Um artista de todo e qualquer tempo. Viva Ney Matogrosso e seus 81 anos de explosão artística.

 

Você sabia que Ney e Cazuza tiveram um relacionamento? Leia mais sobre esse grande amor:

#3 ForasDeSérie | CAZUZA e Ney Matogrosso, amor além da música