Hoje é aniversário de – sem dúvida nenhuma – um dos maiores nomes da música popular brasileira de todos os tempos: Chico Buarque!

Músico, cantor, compositor, dramaturgo e escritor, a vasta contribuição de Chico Buarque para a nossa cultura é notável e expressiva e sua obra é uma das maiores riquezas nacionais.

Foto: Instagram | @chicobuarque

Sua discografia conta com aproximadamente oitenta discos, entre solos, em parceria com outros músicos e compactos. Chico escreveu trilhas para teatro e cinema, esteve na trilha sonora de diversas novelas, é autor de livros premiados – como Budapeste, Estorvo e Leite Derramado – e peças teatrais históricas – como Gota D’Água, Roda Viva e A Ópera do Malandro.

O artista carioca despontou no cenário nacional com apenas 22 anos, em 1966, quando venceu o II Festival Nacional de Música Popular Brasileira, com a canção A Banda, interpretada por ele e Nara Leão. Antes disso, Chico já havia gravado um compacto – com as suas canções Pedro Pedreiro e Sonho de Um Carnaval – e musicado o espetáculo Morte e Vida Severina, baseado na obra de João Cabral de Melo Neto.

No ano seguinte, ficou em terceiro lugar com a clássica Roda Viva. Daí em diante, tornou-se unanimidade nacionl e entrou para sempre para a história da cultura popular brasileira, com suas canções que tratam de causas políticas e sociais, de amor e de fatos do cotidiano, com primor, sensibilidade e genialidade.

Chico Buarque já foi gravado por grande parte dos mais importantes nomes da música brasileira de todos os tempos, de diversas gerações. São tantos os seus grandes sucessos, que fica difícil escolher alguns para exemplificar. Além das já citadas: Vai Passar (parceria com Francis Hime;, Cotidiano; Cálice (parceria com Gilberto Gil); O Que Será (À Flor da Pele); Apesar de Você, Partido Alto, Olhos nos Olhos, O Meu Amor, A História de Lily Braun (parceria com Edu Lobo); João e Maria (parceria com Sivuca) e Vai Levando (parceria com Caetano Veloso); e tantas outras.

A família de Chico Buarque é uma verdadeira constelação: filho do historiador, escritor, sociólogo, jornalista e crítico literário Sérgio Buarque de Hollanda e da pianista e intelectual Maria Amélia Cesário Alvim, Chico é irmão das cantoras e compositoras Miúcha, Ana de Hollanda e Cristina Buarque, e tio de Bebel Gilberto (filha de Miúcha com João Gilberto). Foi casado – por 33 anos – com a atriz Marieta Severo, com quem teve três filhas: Silvia – também atriz – Helena e Luísa. Seus netos Chico Brown e Clara Buarque (filhos de Helena com Carlinhos Brown) também enveredaram para a música.

Viva, Chico Buarque, que nos presenteia a cada dia com sua obra escandalosamente grandiosa e atual!