No dia 13 de junho de 2001, há exatos 21 anos, uma das maiores bandas brasileiras de todos os tempos, os Titãs, sofriam uma perda irreparável: um de seus integrantes e fundadores, o guitarrista e compositor Marcelo Fromer, sofreu um acidente fatal, aos 39 anos, deixando o Brasil inteiro órfão de seu talento inesperadamente.

Marcelo nasceu em São Paulo, em 1961, e começou a estudar violão na adolescência, com 15 anos. Logo, tornou-se guitarrista do Trio Mamão, formado no Colégio Equipe – onde estudava – junto com outros dois futuros Titãs: Branco Mello e Tony Bellotto. 

Em 1982, os três juntaram-se a Arnaldo Antunes, Nando Reis, Paulo Miklos, Sérgio Britto, Ciro Pessoa e André Jung, e formaram a banda Titãs do Iê Iê, que, em 1984 – já sem Ciro Pessoa e com o nome apenas de Titãs – lança o seu primeiro disco e torna-se um sucesso nacional.

Foto: Reprodução

O primeiro álbum já contava com duas composições com a participação de Marcelo Fromer: Sonífera Ilha (primeiro grande sucesso radiofônico da banda, parceria de Fromer com Branco, Tony, Ciro e Carlos Barmak) e Toda Cor (parceria com Ciro e Barmak).

O grupo explode em todo o Brasil, toma conta das rádios e começa a participar dos programas de auditório de maior audiência na TV, como Chacrinha, Raul Gil e Clube do Bolinha, além de viajar pelo país inteiro apresentando o show do primeiro disco. No final deste mesmo ano, André Jung sai da banda e é substituído por Charles Gavin.

Foto: Reprodução

Com o grupo, Marcelo Fromer lançou mais de 10 discos e fez diversas turnês nacionais e internacionais até a sua morte, tornando-se um dos guitarristas mais respeitados do país. Entre as composições mais famosas de Fromer, estão: 32 Dentes (parceria com Sérgio e Branco); Televisão (com Arnaldo e Tony); Comida (com Arnaldo e Sérgio); Homem Primata (com Sérgio, Nando e Ciro); O Pulso (com Arnaldo); Aa Uu, Palavras e Nem 5 Minutos Guardados (as três com Sérgio).

 

O guitarrista também era um grande apaixonado por futebol e por gastronomia. Teve uma coluna semanal (junto com Nando Reis) no jornal Folha de São Paulo, onde falava sobre futebol, e outra no Estado de São Paulo, em que falava sobre gastronomia. 

São Paulino fanático, também apresentou por mais de um ano o programa 89 Gol, da 89 FM A Rádio Rock, junto com seu grande amigo Walter Casagrande, e participou da cobertura da Copa do Mundo FIFA de 1998, como comentarista do canal SporTV.

 

Marcelo ainda escreveu o livro Você Tem Fome de Quê?, lançado em 1999: um guia informal de gastronomia, em que apresenta 63 receitas, vindas de suas visitas por diversas regiões do país e do mundo por conta das turnês com a banda. As receitas vêm acompanhadas das letras dos maiores sucessos dos Titãs, para se escutar enquanto cozinha. 

E o guitarrista também deixou inacabada uma biografia sobre Casagrande, que foi retomada a partir de 2008 pelo jornalista Gilvan Ribeiro e lançada em 2013.

Marcelo morreu vítima de um atropelamento por um motociclista, na Avenida Europa, em São Paulo, um dia antes de iniciar as gravações do disco de inéditas A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana. O álbum foi lançado pelos companheiros de Titãs após a sua partida e contou com quatro composições suas: Bom Gosto e Um Morto de Férias (ambas parcerias com Tony Bellotto e Sérgio Britto); Não Fuja da Dor (com Tony, Branco e Charles); Alma Lavada (com Charles, Branco, Tony e Sérgio); e Cuidado com Você (com Miklos, Arnaldo e Tony).

Uma outra movimentada avenida de São Paulo, a Juscelino Kubitschek, ganhou – no mesmo ano – uma passarela com o nome do músico, para auxiliar pedestres a fazerem a travessia sem risco de atropelamento.

Ironicamente, a canção Epitáfio, de Sérgio Britto (“Devia ter amado mais / Ter chorado mais / Ter visto o sol nascer (…) O acaso vai me proteger / Enquanto eu andar distraído / O acaso vai me proteger / Enquanto eu andar”) também faz parte desse último disco, mas foi composta antes de Marcelo Fromer falecer e, inclusive, o guitarrista era bastante fã da canção, que fala sobre aproveitarmos a vida enquanto estamos aqui.

Em 2003, os Titãs lançaram o disco Como Estão Vocês?, que traz a faixa As Aventuras do Guitarrista Gourmet Atrás da Refeição Ideal (de Tony e Paulo), uma homenagem a Marcelo Fromer:

Atrás da refeição ideal

Marcelo foi pro Nepal

Comer iogurte com colher de pau

 

Também foi pro Alaska

Peixe na brasa

Dentro do iglu

 

Navegou o Xingu

Pra comer o angu

Da índia tupi

 

Comeu tudo o que quis

Marreco, perdiz

Sempre um aprendiz

 

Marcelinho pão e vinho

Guitarrista gourmet

Malandro sommelier

 

Atrás da refeição ideal

Na cordilheira central

Uma receita contra todo mal

 

Marcelo pisou na lama

Carne de lhama

Experimentou

 

O Inferno de Dante

E foi mais distante

Até Paris

 

Comeu tudo o que quiz

E dizem que assim

Ele foi feliz

 

Marcelinho pão e vinho

Guitarrista gourmet

Malandro sommelier

 

Atrás da refeição ideal

Marcelo encontrou afinal

Uma receita contra todo mal