Olá, AU-migos! 🐶 🐱 Este é o AUDIO-CARAMELO – a coluna dedicada aos nossos melhores amigos, os pets. Toda segunda-feira, no Mesa pra Dois, eu, Kathi Drisner, Educadora e Comportamentalista Canina, vou trazer dicas, curiosidades e informações importantes para deixar a vivência da sua ou seu tutorado. Nesta semana, vamos falar sobre qual a quantidade de passeio ideal?

Como nós humanos, os cães precisam de movimento diário para se sentir melhor e ajudar o corpo a se manter equilibrado e saudável.  

Mas, para os cães, o passeio não é apenas uma atividade física, e sim uma necessidade diária onde são fornecidos estímulos além do físico, mas também mentais e sociais, além de evitar possíveis problemas comportamentais. 

A recomendação atual é que, em média, qualquer cachorro deve passear fora de casa, ou explorar o ambiente, por pelo menos uma hora por dia. Pelo menos. E não importa o tamanho, idade ou restrição do cão, pelo menos uma hora. Mas, é claro que quanto mais o seu pet sair pra passear ou te acompanhar durante o dia, melhor.

Geralmente é recomendado pelo menos essa uma hora de passeio para usarmos como uma base inicial de critério para cada cão. A frequência com que você passeia com seu cão vai depender do nível de energia e da personalidade individual dele.

Outro ponto importante, é que para os cães a consistência é essencial para que ele tenha uma rotina reconfortante. Ou seja, manter a rotina dos passeios nos mesmos horarios, assim eles ficam menos ansiosos sabendo o que podem esperar.

Comparados aos cães adultos, os filhotes têm menos resistência, e costumam ter passeios mais curtos mas em maior frequência. Se o seu cão adulto não estiver muito ativo ou fora de forma, comece com caminhadas curtas e positivas, e desde que seu cão não tenha problemas de saúde, você poderá aumentar gradualmente a duração da caminhada.

Cães com problemas de mobilidade podem se beneficiar de caminhadas curtas para evitar rigidez e inflamação nas articulações, e para os cães idosos, se o cão estiver disposto e capaz de andar, o exercício é uma excelente maneira de mantê-lo em forma e ativo, se ele já não tem aquele pique, vale aquele passeio que ele te acompanha sentado ao seu lado vendo e sentindo a vida acontecer.

Os cães idosos se beneficiam de experimentar novas vistas, sons e cheiros para manter sua estimulação.

Dica: Aproveite o passeio com seu cão como uma oportunidade para treinar e se relacionar com novas experiências. O reforço positivo oferece uma melhor chance de sucesso.

E ai? Tem alguma dúvida ou experiência de passeio que você queira dividir com a gente?

É só mandar para @novabrasilfm ou para @kathidrisner no Instagram que eu respondo.

Beijos e até mais !