Cães e gatos juntos, é possível? 

Olá, AU-migos! 🐶 Está é a nova coluna da Novabrasil, o AUDIO-CARAMELO – o espaço dedicado aos nossos melhores amigos, os pets. Toda segunda-feira, no Mesa pra Dois, eu, Kathi Drisner, Educadora e Comportamentalista Canina, vou trazer dicas, curiosidades e informações importantes para deixar a vivência da sua ou seu tutorado. Nesta semana de estreia, vamos falar sobre uma pergunta muito comum entre nós, tutores de pet, “existe rivalidade entre cães e gatos”?

No ‘AUDIO-CARAMELO’ da semana, Kathi Drisner fala sobre a relação entre cães e gatos.

“Cães e gatos são eternos rivais, ou é possível estabelecer uma relação de amizade entre eles?”

Eu respondo: Não! A rivalidade não é um comportamento tão natural assim nos nossos cães e gatos, e é totalmente possível que eles não sejam inimigos naturais.

Os cães e gatos domésticos tiveram mudanças em seus comportamentos que os favoreceram a serem mais sociáveis ​​com humanos e com outros animais.

Ter um cão e um gato que vivam pacificamente sob o mesmo teto é possível, mas requer alguns cuidados.

A maneira mais fácil de fazer isso acontecer é quando eles são filhotes, eles tem um período de socialização que vai dos dois aos cinco meses, e nessa fase as interações positivas com outras espécies ensinam eles a interagir e conviver em harmonia.

Mas se seu cão ou gato já for adulto e já passou por esse período de socialização fique tranquilo que ainda assim é possível fazer essa socialização, mas ela pode ocorrer de forma mais lenta, e deve ser feita de forma gradual, sempre com associações e interações positivas, sempre supervisionadas e respeitando o espaço e a integridade de ambos.

Em alguns casos pode ser fácil, mas talvez isso não aconteça com todos os indivíduos, e se você não conseguiu fazer isso sozinho, busque a ajuda de um profissional para que ele possa te ajudar a construir essa relação de amizade interespécies.

E aí, tem alguma dúvida sobre o assunto?

Manda pra gente no @novabrasilfm ou para @kathidrisner no Instagram que eu respondo.

BEIJOS, ATÉ MAIS!