1º de maio é o Dia do Trabalho, uma data celebrada internacionalmente para homenagear os trabalhadores do mundo inteiro, sendo feriado nacional em alguns países.

A data teve origem em uma greve geral histórica, realizada em 1º de maio de 1886, nos Estados Unidos, que paralisou os parques industriais da cidade de Chicago. Na ocasião, mais de 300 mil trabalhadores foram às ruas reivindicar por melhores condições de trabalho por meio da redução da carga horária máxima permitida para 8 horas diárias (a jornada chegava a 17 horas).

Apesar de terem tido sucesso nas suas reivindicações e da jornada ter sido reduzida com a aprovação do Congresso dois anos depois, naquela ocasião muitos manifestantes foram feridos por uma ação violenta e de repressão policial.

Tal repressão estimulou ainda mais manifestações que transcorreram nos dias seguintes, pessoas morreram nos confrontos – entre manifestantes e policiais – mais de 100 manifestantes foram presos e alguns sindicalistas foram condenados à morte e executados por conta da ação e da explosão de uma bomba durante a confusão.

O ataque da polícia e o julgamento dos sindicalistas colocaram a pauta dos trabalhadores em evidência. Depois de várias décadas aceitando condições muitas vezes insalubres e altas cargas horárias, os trabalhadores no mundo inteiro passaram a fazer pressão por mudanças.

O 1º de maio passou a ser um dia de reflexão sobre as legislações trabalhistas, normas e condições de trabalho.

 

Nós preparamos uma playlist especial com clássicos da MPB que nos levam a refletir sobre trabalho e trabalhadores.

 

1 – Trabalhador – Seu Jorge

Está na luta, no corre-corre, no dia-a-dia

Marmita é fria mas se precisa ir trabalhar

Essa rotina em toda firma começa às sete da manhã

Patrão reclama e manda embora quem atrasar

Trabalhador, Trabalhador brasileiro

Dentista, frentista, polícia, bombeiro

Trabalhador brasileiro

Tem gari por aí que é formado engenheiro

Trabalhador brasileiro, Trabalhador

E sem dinheiro vai dar um jeito

Vai pro serviço

É compromisso, vai ter problema se ele faltar

Salário é pouco não dá pra nada

Desempregado também não dá

E desse jeito a vida segue sem melhorar

 

2 – Construção – Chico Buarque

Subiu a construção como se fosse máquina

Ergueu no patamar quatro paredes sólidas

Tijolo com tijolo num desenho mágico

Seus olhos embotados de cimento e lágrima

3- Fábrica – Legião Urbana (composição Renato Russo)

Nosso dia vai chegar

Teremos nossa vez

Não é pedir demais

Quero justiça

Quero trabalhar em paz

Não é muito o que lhe peço

Eu quero o trabalho honesto

Em vez de escravidão

Deve haver algum lugar

Onde o mais forte não

Consegue escravizar

Quem não tem chance

4 – O Bonde de São Januário – Ataufo Alves

Quem trabalha é que tem razão

Eu digo e não tenho medo de errar

Quem trabalha é que tem razão

Eu digo e não tenho medo de errar

O bonde São Januário

Leva mais um operário

Sou eu que vou trabalhar

5 – Samba do Trabalhador – Martinho da Vila (composição Darcy da Mangueira)

A minha formação não é de marajá

Minha mãe me ensinou foi colher e plantar

Eu “num vô, eu “num vô, eu “num vô trabalhar

Eu só vou, eu só vou se o salário aumentar

 

6 – Comida – Titãs (Arnaldo Antunes, Sérgio Britto e Marcelo Fromer)

A gente não quer só comida

A gente quer comida, diversão e arte

A gente não quer só comida

A gente quer saída para qualquer parte

 

7 – Que Trabalho é Esse? – Paulinho da Viola (composição Zorba Devagar e Micau)

Quando chego no trabalho

O patrão vem com aquela história

Que o serviço não está rendendo

Eu peço minhas contas e vou-m’embora

Quando falo no aumento

Ele sempre diz que não é hora

8 – Sonho do Trabalhador – Leci Brandão (composição Guilherme Nascimento e Roberto Serrão)

 


Imagine se dar condições ao trabalhador

De comprar sua casa, gozar suas férias

Trocar a marmita por livros e estudar

Não medir sacrifícios até se formar

 

9 – Izaura – Jair Rodrigues (composição Herivelto Martins e Roberto Roberti)

O trabalho é um dever

Todos devem respeitar

Oh! Izaura, me desculpe

No domingo eu vou voltar

 

Seu carinho é muito bom

Ninguém pode contestar

Se você quiser eu fico

Mas vai me prejudicar

Eu vou trabalhar

 

10 – Pedro Pedreiro – Chico Buarque

Pedro pedreiro penseiro esperando o trem

Manhã, parece, carece de esperar também

Para o bem de quem tem bem

De quem não tem vintém

Pedro pedreiro tá esperando a morte

Ou esperando o dia de voltar pro norte

Esperando, esperando, esperando

Esperando o sol

Esperando o trem

Esperando o aumento

Desde o ano passado

Para o mês que vem

 

11 – Meu Nome é Trabalho – Fundo de Quintal (composição Arlindo Cruz, Sombrinha e Franco)

Meu nome é trabalho mas eu tô pegado

A fim de um cascalho vou pra todo lado

Tenho cinco pirralhos chorando um bocado

Vê se quebra o galho doutor, tô desempregado

Me arranja um trabalho doutor, tô desempregado

 

12 – Música de Trabalho – Legião Urbana (composição Dado Villa-Lobos, Marcelo Bonfá e Renato Russo)

Sem trabalho eu não sou nada

Não tenho dignidade

Não sinto o meu valor

Não tenho identidade

Mas o que eu tenho

É só um emprego

E um salário miserável