Ouça ao vivo
Ouça ao vivo
No ar agora

Arlindo Cruz: Vida, obra e maiores sucessos

Novabrasil
12:00 08.01.2023
Curiosidades

Arlindo Cruz: Vida, obra e maiores sucessos

Arlindo Domingos da Cruz Filho, mais conhecido como Arlindo Cruz, é um dos maiores nomes do samba e do pagode e é especialista em instrumentos de cordas dedilhadas. Nascido em Piedade, Rio de Janeiro, ele ficou conhecido por participar do grupo Fundo de Quintal. Aos 64 anos, o artista carrega uma trajetória recheada de sucessos, … Continued

Novabrasil - 08.01.2023 - 12:00
Arlindo Cruz: Vida, obra e maiores sucessos
Conheça a história de Arlindo Cruz. | Foto: Divulgação/Site Oficial.

Arlindo Domingos da Cruz Filho, mais conhecido como Arlindo Cruz, é um dos maiores nomes do samba e do pagode e é especialista em instrumentos de cordas dedilhadas. Nascido em Piedade, Rio de Janeiro, ele ficou conhecido por participar do grupo Fundo de Quintal.

Aos 64 anos, o artista carrega uma trajetória recheada de sucessos, conquistas e, inclusive, desafios. A seguir, conheça a trajetória de Arlindo Cruz.

Conheça a história de Arlindo Cruz. | Foto: Divulgação/Site Oficial.

Trajetória de Arlindo Cruz

A trajetória de Arlindo Cruz na música começou bem cedo, quando ele ganhou seu primeiro cavaquinho aos sete anos de idade. Na época, ele esperava o pai chegar do trabalho para aprender a tocar o instrumento.

Com o tempo, Arlindo foi se dedicando cada vez mais à música  e chegou a entrar na escola Flor de Méier, onde estudou por dois anos teoria, solfejo e violão clássico. Nesse período, ele já trabalhava como músico profissional e fazia rodas de samba com artistas, inclusive com o sambista Candeia.

Arlindo Cruz considera Candeia seu padrinho musical

Arlindo Cruz considera Candeia seu padrinho musical e foi com ele que o artista gravou seus primeiros discos, um LP que recebeu o nome de Roda de Samba e um compacto simples.

Quando o artista fez 15 anos, mudou-se para Barbacena, Minas Gerais, para estudar na escola de Cadetes do Ar. Mesmo durante esse período, a paixão pela música não foi deixada de lado e ele cantava no coral da instituição. Cada vez mais, Arlindo Cruz crescia como músico, ganhando festivais em Barbacena e Poços de Caldas.

Depois que saiu da Aeronáutica, ele começou a frequentar a roda de samba do Cacique de Ramos

Depois que saiu da Aeronáutica, ele começou a frequentar a roda de samba do Cacique de Ramos todas as quinta-feiras. Lá teve contato com outros nomes de destaque da música nacional, como Jorge Aragão, Almir Guineto, Beto Sem Braço, Beth Carvalho e Ubirani.

A roda de samba ajudou a revelar muitos talentos no cenário musical e, na época, outros jovens que faziam parte da roda eram Zeca Pagodinho e Sombrinha, que no futuro se tornou parceiro de Arlindo.

Quando o sambista Jorge Aragão saiu do Fundo de Quintal, Arlindo Cruz recebeu o convite para participar do grupo, o que foi um pontapé para seu sucesso e reconhecimento nacional.

Arlindo participou do grupo por 12 anos, compondo canções como:

  • Só Pra Contrariar;
  • Seja Sambista Também;
  •  O Mapa da Mina;
  • Castelo de Cera, entre outras. 

Ao todo, Arlindo Cruz tem mais de 550 músicas gravadas por outros músicos

O sambista também compôs canções para diversos artistas, entre eles Beth Carvalho e Zeca Pagodinho. Ao todo, Arlindo Cruz tem mais de 550 músicas gravadas por outros músicos. Depois que saiu do Fundo de Quintal, ele se tornou parceiro de Sombrinha. 

Alguns anos depois, se casou com a porta-bandeira Babi Cruz, com quem teve dois filhos, Arlindo e Flora. 

A partir dos anos 90, ele começou a participar de disputas de samba enredo com a Império Serrano, sua escola de samba do coração. Posteriormente, ele disputou por outras escolas de samba, como Vila Isabel e Grande Rio.

Com o fim da parceria com Sombrinha, o sambista passou a seguir carreira solo, sendo seu último trabalho o álbum 2 Arlindos (2017), gravado com seu filho, Arlindo Neto.

Discografia

Relembre todos os álbuns da carreira de Arlindo Cruz: 

  • 1993 – Arlindinho;
  • 1996 – Da Música (60.000) (com Sombrinha);
  • 1997 – Samba é nossa cara (com Sombrinha);
  • 1998 – Pra ser Feliz (Com Sombrinha);
  • 2000 – Ao Vivo (Com Sombrinha);
  • 2002 – Hoje Tem Samba (Com Sombrinha);
  • 2003 – Pagode do Arlindo;
  • 2007 – Sambista Perfeito (30.000);
  • 2009 – MTV ao Vivo Arlindo Cruz (CD 100.000) (DVD 60.000);
  • 2011 – Batuques e Romances (30.000);
  • 2012 – Batuques do Meu Lugar (CD 25.000) (DVD 25.000);
  • 2014 – Herança Popular (20.000);
  • 2015 – Na Veia (com Rogê) (2.000);
  • 2017 – 2 Arlindos (com Arlindo Neto) (5.000).

Conquistas e Premiações

Ao longo de seus vários anos de carreira, Arlindo Cruz coleciona conquistas. O sambista venceu o Prêmio da Música Brasileira como Melhor cantor de Samba. No ano seguinte, ele também foi indicado na mesma categoria. Em 2012, venceu o Prêmio Contigo MPB FM na categoria Melhor Álbum de Samba, com o álbum Batuques e Romances. No ano seguinte, foi indicado na mesma categoria com o álbum Batuques do Meu Lugar.

Além disso, Arlindo já recebeu indicações ao Grammy Latino e ao MTV Video Music Brasil.

Complicações de saúde

No dia 17 de março de 2017, Arlindo Cruz passou por problemas de saúde após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico, problema caracterizado pelo rompimento ou entupimento de vasos sanguíneos localizados no sistema nervoso central, que levam o sangue ao cérebro. O sambista chegou a passar por 17 cirurgias e até hoje lida com as sequelas do problema. 

Arlindo ficou no hospital por quase dois anos, onde recebia tratamento dos profissionais. Hoje em dia, ele recebe cuidados em casa e faz tratamentos multidisciplinares, sendo acompanhado por uma equipe médica.

Por conta das sequelas da doença, ele não consegue falar nem andar e está afastado dos palcos, mas apresenta um estado de saúde estável e alguns momentos de lucidez.

Nas redes sociais, a família de Arlindo Cruz atualiza os fãs constantemente sobre o estado de saúde do cantor

 Recentemente, a esposa Babi Cruz compartilhou no Instagram detalhes sobre o novo tratamento do sambista.

“Esse é o resultado do novo tratamento do Arlindão. Tratamento à base de óleo de cannabis, que já vem mostrando resultados significativos em aspectos físicos e cognitivos. Esse é só o início, poeta. Estamos muito esperançosos”, revelou.

No Natal, Babi também compartilhou detalhes da comemoração da família Cruz e comemorou conquistas da evolução de Arlindo.

“Quis deixar registrado que meu Arlindo respondeu a um beijo que eu dei nele e dizer que eu sinto muita saudade do meu beijo do nêgo”, escreveu.

Arlindo Cruz e sua família no Natal de 2022 | Foto: Divulgação/Babi Cruz.

Arlindo Cruz é um dos maiores nomes da música nacional e suas contribuições para o desenvolvimento do samba são inegáveis. Ficamos na torcida e celebramos cada conquista do processo de recuperação do nosso querido Arlindo!

Tags relacionadas

Arlindo Cruz Arlindo Cruz biografia Arlindo Cruz depois do AVC Arlindo Cruz o que aconteceu brasilidade Brasilidades Curiosidades MPB Referências: Notas musicais
< Notícia Anterior

8 de janeiro é o Dia Nacional da Fotografia!

08.01.2023 09:30
8 de janeiro é o Dia Nacional da Fotografia!
Próxima Notícia >

A história de Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto

09.01.2023 09:30
A história de Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto
© 2024 - novabrasil - Todos os direitos reservados
Com inteligência e tecnologia: PYXYS - Reinventing Media Business