Ouça ao vivo
Ouça ao vivo
No ar agora

10 sucessos que talvez você não saiba que são de Michael Sullivan

Lívia Nolla
10:00 09.03.2024
Brasilidade

10 sucessos que talvez você não saiba que são de Michael Sullivan

Hoje é aniversário de um dos compositores mais prolíficos da nossa MPB e que mais lançou hits em toda a história: Michael Sullivan! Para homenageá-lo nesta data especial, nós listamos 10 grandes sucessos da música brasileira que talvez você não saiba que são de autoria do compositor. Sobre Michael Sullivan Nascido em … Continued

Lívia Nolla - 09.03.2024 - 10:00
10 sucessos que talvez você não saiba que são de Michael Sullivan
Michael Sullivan | Foto: Marcelo Castello Branco / Divulgação

por Lívia Nolla

Hoje é aniversário de um dos compositores mais prolíficos da nossa MPB e que mais lançou hits em toda a história: Michael Sullivan!

Para homenageá-lo nesta data especial, nós listamos 10 grandes sucessos da música brasileira que talvez você não saiba que são de autoria do compositor.

Michael Sullivan | Foto: Marcelo Castello Branco / Divulgação
Michael Sullivan | Foto: Marcelo Castello Branco / Divulgação

Sobre Michael Sullivan

Nascido em Recife, com o nome de Ivanilton de Souza Lima (Michael Sullivan é seu nome artístico), o cantor, músico, compositor e produtor musical brasileiro foi incluído no Latin Songwriters Hall of Fame, que premia os maiores compositores latinos do mundo, e também entrou para o Guinness Book, como o compositor que no intervalo de cinco anos, mais emplacou sucessos na América Latina.

Sullivan começou sua carreira cantando na noite do Recife, com 14 anos de idade. Aos 15, participou de alguns concursos de calouros e ganhou o primeiro lugar no Varieté, da Rádio Jornal do Commercio, recebendo como prêmio a carteira profissional da Ordem dos Músicos do Brasil e um contrato com a TV Jornal do Comercio.

Assim, iniciou sua carreira de cantor, nos programas da emissora Você faz o Show, Noite de Black-Tie e Bossa 2, e consagrando-se como uma revelação pernambucana.

Aos 17 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde conheceu Hyldon (com quem compôs sua primeira canção), Renato Piau (guitarrista que trabalhou com Tim Maia) e Tinho (saxofonista e arranjador que trabalhou com Tim Maia e um dos fundadores da Banda Vitória Régia), formando com eles o grupo Os Nucleares.

Aprendeu a tocar violão com – ninguém mais, ninguém menos – que Cassiano e Tim Maia. Aos 19 anos integrou o grupo Os Selvagens, e aos 21 anos, o grupo Renato e Seus Blue Caps, como cantor e guitarrista.

Em seguida, Michael Sullivan iniciou sua carreira solo com a canção My Life, que fez parte da trilha sonora da novela O Casarão, da Rede Globo, que tornou-se um imenso sucesso  superando a marca de 1 000 000 de cópias, o que equivalia a um Disco de Diamante.

Em 1978, lançou o seu primeiro o LP, Sou Brasileiro ou Um Mundo Melhor Pro Meu Filho, e de 1980 a 1986 foi integrante do grupo The Fevers.

Os compositores Michael Sullivan e Paulo Massadas, em agosto de 1989 Carlos Wrede Agência O Globo

No fim dos anos 70, Michael Sullivan conheceu o carioca Paulo Massadas, compositor com quem formou uma produtiva dupla por 19 anos, e compôs vários dos maiores hits da nossa MPB, com quem chegou a gravar discos em parceria.

Michael Sullivan também produziu nomes como Tim Maia, Alcione, Sandra de Sá, Danilo Caymmi, Antônio Marcos, Sidney Magal, Fafá de Belém, Roupa Nova, Joanna, Paulo Ricardo, Fagner e José Augusto. Foi convidado a trabalhar e morar nos Estados Unidos para ali compor e produzir nomes como Ricky Martin e Menudos.

Universo Infantil

Sullivan também produziu artistas infantis brasileiros de muito sucesso, como Trem da Alegria, Xuxa, Os Trapalhões, Balão Mágico, Atchim & Espirro, entre outros.

Ele e Paulo Massadas também criaram juntos o grupo Trem da Alegria, enorme sucesso entre as crianças dos anos 80 e começo de 90, e compuseram em parceria muitas canções para o universo infantil, principalmente para a Xuxa.

São de Sullivan e Massadas hits como: Lua de Cristal; Uni-Duni- Tê; É de Chocolate; Arco-Íris (parceria que também inclui Anna Penido); A Vida É Uma Festa; Xuxa Park; Fada Bela; He-Man e Eu Não Largo o Osso, da TV Colosso.

E também as músicas Criança Esperança e Amigos do Peito, antigos temas do Criança Esperança e da UNICEF.

 

10 grandes sucessos da MPB que talvez você não saiba que são de Michael Sullivan

1 – Me Dê Motivo (1983)

O primeiro clássico da dupla Michael Sullivan e Paulo Massadas a estourar foi a canção Me Dê Motivo, gravada por Tim Maia, em 1983, e lançada no seu álbum de imenso sucesso O Descobridor dos Sete Mares.

Sullivan conta que ele e Massadas já tinham diversas composições em parceria há anos, quando – em 1983 – Tim Maia foi gravar uma participação no disco da banda The Fevers, da qual Sullivan fez parte de 1980 a 1986. A música se chamava Frente a Frente e é uma composição da dupla Sullivan e Massadas.

Depois de gravarem juntos, Tim Maia pediu que Michael Sullivan compusesse para ele – junto com o parceiro Paulo Massadas – um hit daqueles que só os dois sabiam fazer, mas que fosse uma música no estilo do cantor e compositor norte-americano Barry White. Ele foi ainda mais específico: disse que queria uma música de corno, daquelas que pudesse começar meio que falando, sussurrando no ouvido da mulher que o havia deixado e depois cantar soltando a voz.

Sullivan e Massadas foram para casa, compuseram a canção naquele mesmo dia e mandaram para o Tim. Sullivan foi compondo a música e organicamente a letra de Massadas ia surgindo.

Massadas conta, inclusive, que Tim Maia fez uma pequena alteração na letra na hora de cantar: Paulo havia escrito “Me dê o motivo pra ir embora”, e Tim alterou para o que virou a versão final: “Me dê motivo pra ir embora”.

Me Dê Motivo virou um sucesso impressionante, ganhou todos os prêmios e atingiu todas as paradas de sucesso, cravando de vez o nome de Sullivan e Massadas na história.

2 – Deslizes (1984)

Deslizes, outro dos maiores sucessos da dupla – foi composta por Paulo Massadas e Michael Sullivan em 1984, e eles enviaram para Roberto Carlos gravar, só que a música chegou às mãos do Rei atrasada e ele já estava no processo de mixagem do próximo disco.

A dupla deixou a composição na gaveta e foi mostrando para diversos intérpretes (Sullivan conta que foram mais de 40), até que – em 1988 – o cearense Raimundo Fagner convidou Michael Sullivan para produzir o seu próximo álbum e o compositor mostrou a música Deslizes para Fagner.

Em um primeiro momento, Fagner identificou Deslizes como um hit, mas – em seguida – ele implicou com a música e até chegou a gravá-la, mas não queria incluí-la no disco. Até que um dia ele chegou no estúdio para retomar as gravações do disco e encontrou a moça que fazia a faxina do estúdio, varrendo o corredor e cantando a música, que já havia ficado gravada na cabeça dela, só de escutar durante as gravações.

Fagner gravou a música, que acabou sendo um dos maiores sucessos de sua carreira.

Michael Sullivan conta que a letra da música composta por Paulo Massadas, traz a visão de resignação de uma mulher em um relacionamento tóxico e abusivo, já que – naquela época – mais ainda do que hoje em dia, embora isso ainda ocorra com muita frequência – predominava o machismo e o julgamento de uma sociedade conservadora, e muitas mulheres sofriam por não conseguir deixar esse tipo de relação, em que eram traídas, enganadas, usadas e silenciadas.

Massadas conta que dessa vez – diferente do que acontecia normalmente no processo de composição da dupla – ele compôs primeiro a letra, para ter mais liberdade poética, mas já pensando na métrica, para que Sullivan conseguisse encaixar uma boa melodia.

3 – Whisky a Gogo (1984)

Gravada pelo conjunto Roupa Nova, em 1984, e um dos maiores hits da dupla e da  história da música popular brasileira, Whisky a Gogo é uma homenagem ao cantor e compositor estadunidense Johnny Rivers.

Quando atuavam como crooners em bailes e boates, Michael Sullivan e Paulo Massadas costumavam receber pedidos do público para tocar canções de Rivers.

O título Whisky a Go Go é uma referência direta à famosa casa de espetáculos com o mesmo nome, localizada na Sunset Strip, em West Hollywood, onde o cantor gravou diversos álbuns ao vivo e de grande popularidade na década de 1960, considerado um ponto de referência do rock e da vida noturna de Hollywood.

A letra de Whisky a Go Go descreve um romance, tendo como ambiente uma festa de época com cuba libre, vitrola e som à meia-luz, tocando o próprio Johnny Rivers. O refrão faz referência à canção Do You Wanna Dance, canção de Rivers que fez muito sucesso no Brasil na segunda metade da década de 60.

Sullivan e Massadas apresentaram a canção ao grupo carioca Roupa Nova, que foi lançada no disco de 1984. Poucos meses depois, a canção entrou para a abertura da Um Sonho a Mais, telenovela da Rede Globo, cujo título foi escolhido por conta  do último verso da música (“um sonho a mais não faz mal”).

4 –  Leva (1984)

Gravada por Tim Maia, a música Leva é – na verdade – uma declaração de amor ao rádio. Michael Sullivan e Paulo Massadas compuseram a canção sob encomendada, para ser um jingle para a Rádio Bandeirantes, em 1984.

Era uma declaração de amor da rádio para o ouvinte e nós fizemos. Foi uma música que saiu rápida. A melodia saiu na hora, depois a letra e nós fizemos em 1 hora essa música. Eu fiz uma fita, mandei e eles aprovaram, adoraram a música! Pediram para eu cantar e fazer um arranjo. Nós levamos a sério, e fizemos um arranjo maravilhoso com Lincoln Olivetti, nosso querido Lincoln, saudade, saudoso Lincoln Olivetti, mestre, um fenômeno!”, relembra Sullivan.

Sem citar o rádio na letra, apenas trabalhando com metáforas sobre amor, o sucesso estava pronto e ganhou o coração do público. A faixa ficou 15 dias entre a mais pedidas da rádio, cresceu em popularidade e era pedida para tocar em outras emissoras, o que não era permitido, pois a canção era exclusiva da Rádio Bandeirantes.

Então, Tim Maia foi fazer um show em São Paulo e o Diretor da Rádio Bandeirantes na ocasião, o apresentou à música e contou sobre o sucesso da faixa. Emocionado com a canção, Tim Maia ligou para Sullivan e disse que queria gravar Leva em seu próximo disco:

“Ah rapaz, eu tô assim triste hoje, briguei com a minha mulher, e eu tô triste, essa música foi feita para mim, Michael Sullivan! Por que que você não me deu para eu gravar essa música?”.

Aí, Sullivan respondeu, dizendo para Tim Maia que a música na verdade era um jingle. Tim então, falou: Não, mas essa música pode ser o maior clássico da história da minha vida, eu vou gravar”. Ainda na ligação, Sullivan questionou se não seria difícil regravar uma canção que já era um sucesso em sua voz e já conhecida na Rádio Bandeirantes.

O compositor foi surpreendido com o jeito único de Tim Maia: “Oh rapaz, eu sou o Tim Maia do Brasil! Rapaz, você está me estranhando, Michael Sullivan?! Eu sou seu pai musical, eu te ensinei a tocar violão, a cantar, a compor… “.

Após a gravação de Tim Maia, a música foi enviada para a Rádio Bandeirantes e a RCA a distribuiu para o país inteiro. Em dois meses, a música foi disco de ouro, platina, platina dupla e chegou a diamante. Vendeu 1 milhão de compactos e também foi gravado um LP depois, com Tim Maia cantando a música e chamando para o disco.

5 – Um Dia de Domingo (1985)

Michael Sullivan e Paulo Massadas estavam em um corredor da gravadora RCA, conversando sobre a letra de uma música, quando Gal Costa passou e falou para eles: eu queria gravar uma música de vocês, igual a essa do Tim Maia que está tocando aí, linda”; a música que ela se referia era Leva, composição da dupla gravada por Tim em 1984.

Então, Paulo e Michael compuseram Um Dia De Domingo, tendo Gal como musa inspiradora. A canção foi lançada no álbum Bem Bom, de Gal Costa, no ano de 1985, gravada em dueto com Tim Maia, que também lançou o sucesso em um compacto simples, em 1986.

Sullivan conta que Tim Maia ficou muito chateado porque estava encantado demais com Gal Costa e queria ter gravado a voz junto com ela no estúdio, mas ela tinha uma viagem internacional e eles tiveram que gravar a canção separadamente.

Com duas das maiores vozes da história da música popular brasileira, a super romântica Um Dia de Domingo virou um hit desde então, não só no Brasil, mas no mundo inteiro, regravada inúmeras vezes.

6 – Amor Perfeito (1986)

Parceria de Sullivan e Massadas também com Lincoln Olivetti e Robson Jorge, Amor Perfeito foi gravada por Roberto Carlos em 1986, para promover seu vigésimo sétimo álbum de estúdio, o homônimo Roberto Carlos.

Para o Rei, a canção contou com cerca de quarenta músicos, dentre violonistas e pianistas, trazendo regência de Charlie Callelo e Lincoln Olivetti, sendo considerada a grande obra-prima da carreira do cantor. Foi uma das mais executadas de 1986 e 1987, sendo o maior sucesso do álbum e um dos maiores sucessos de sua carreira.

Depois, o sucesso do hit foi reavivado pela banda Babado Novo, em 2001.

7 – Retratos e Canções (1986)

Em meados da década de 80 a cantora Sandra de Sá lançava o sexto álbum da sua carreira e, dentre tantos sucessos, destaque para canção composta pela celebre dupla Paulo Massadas e Michael Sullivan – Retratos e Canções, um dos maiores hits da carreira de Sandra – que integrou a trilha sonora da novela O Outro, de Aguinaldo Silva, no ano seguinte, na Rede Globo.

A música – que tem uma pegada bem soul music, a cara de Sandra Sá – foi regravada depois por outros grandes nomes como Só Pra Contrariar (1993), Luiza Possi (2002), Ivete Sangalo (2003) e Moska (2014)

8 – Um Sonho a Dois (1986)

Outro grande hit da dupla Sullivan e Massadas, a canção Um Sonho a Dois foi lançada pela cantora carioca Joanna, com a participação do grupo Roupa Nova, em 1986, para o álbum Joanna.

Em 1987, a canção foi tema da personagem Simone, interpretada por Christiane Torloni na telenovela Corpo Santo, exibida pela Rede Manchete.

Roupa Nova e Cláudia Leitte relançaram a canção com sucesso, no álbum Roupa Acústico 2,  em 2006,

Um Sonho a Dois também foi gravada com sucesso por Roberta Sá, Pedro Mariano e Os Cariocas para o álbum Mais Forte Que o Tempo, coletânea de sucessos de Michael Sullivan, lançado em 2013.

9 – Estranha Loucura (1987)

Um dos maiores sucessos da diva Alcione, Estranha Loucura foi lançada pela cantora maranhense em 1987,  no álbum Nosso Nome: Resistência, e entrou para a trilha da novela Sassaricando, da Rede Globo, no mesmo ano.

A canção de Sullivan e Massadas fala sobre algo muito comum no mundo patriarcal em que vivemos: a mulher que anula suas próprias vontades e posições para manter o par ao seu lado, enquanto ele não lhe dá valor. O primeiro passo é perceber que a situação está errada; depois, como diz a música, assumir seu próprio valor.

10 – Abandonada (1996)

Um dos maiores sucessos da carreira de Fafá de Belém, Abandonada é a única canção desta lista que não foi feita por Sullivan em parceria com Paulo Massadas, mas sim com outro Paulo: o Paulo Sérgio Valle.

O hit Abandonada foi lançado pela cantora Fafá de Belém em 1996, em seu álbum Pássaro Sonhador.

Tags relacionadas

aniversário compositor compositores michael sullivan MPB música Música Brasileira musica popular brasileira playlist sucessos da mpb
< Notícia Anterior

Dia Internacional da Mulher

08.03.2024 10:00
Dia Internacional da Mulher
Próxima Notícia >

Samuel Rosa grava primeiro álbum solo com canções inéditas e autorais

11.03.2024 18:16
Samuel Rosa grava primeiro álbum solo com canções inéditas e autorais
© 2024 - novabrasil - Todos os direitos reservados
Com inteligência e tecnologia: PYXYS - Reinventing Media Business