Desde que despontou, lá em 2005, com seu primeiro disco, intitulado Céu, a cantora e compositora paulistana é conhecida por seus trabalhos autorais, mostrando todo o seu talento como defensora de suas próprias canções, em músicas icônicas como Cangote, Lenda e Malemolência.

Inseria uma ou duas composições de outros artistas, em um disco ou outro.

Mas isso mudou neste ano de 2021. No dia 15 de outubro, Céu divulgou o primeiro single do seu novo álbum, que será lançado ainda este ano e no qual ela interpreta 14 canções de outros compositores, que foram importantes para a sua formação como artista.

O primeiro single trata-se do clássico Chega Mais, de Rita Lee (com Roberto de Carvalho), de quem Céu se diz grande admiradora: “Rita Lee é uma das nossas grandes feministas, a mulher da música brasileira que peitou os caras desde sempre. Ela é a dona de tudo, de uma São Paulo que deu certo, onde a gente pode ter o rock e a música brasileira em antropofagia completa e perfeita.”. A regravação ficou incrível, cheia de personalidade, digna de Rita Lee. E digna de Céu, que também é uma das gigantes mulheres da nossa música.

Céu contou em um vídeo divulgado em suas redes sociais que o novo álbum – que chamará Um Gosto de Sol, nome da canção de Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, que está entre as 14 faixas do disco – surge da necessidade de compartilhar suas referências, em um projeto que tem como objetivo criar laços e transmitir amor.

“Para me tornar a artista que eu me tornei, foi necessária a soma de todas as referências que eu tive na minha vida. (…) Essas referências se tornaram ainda mais presentes nos meus dias de quarentena. Foram o respiro, a chama acesa pra eu não me perder.”, conta Céu no vídeo de divulgação.

Ainda não sabemos todas as canções do disco – que foi produzido pelo baterista Pupillo e tem a participação de Andreas Kisser nos violões – mas o vídeo revela outros artistas incríveis como Alcione, Sade e Fiona Apple!