Hoje é dia de Geraldo Azevedo!

Por: Novabrasil
11 de janeiro de 2022

Hoje é aniversário do grande Geraldo Azevedo!

O cantor, compositor, violonista, arranjador e diretor musical pernambucano faz 77 anos e sua contribuição para a cultura e a música popular brasileira são imensuráveis. Sua obra explora uma vasta diversidade de ritmos nordestinos como o frevo, forró, xote, maracatu e baião, aliados às harmonias da bossa nova e também a influências do rock’n roll.

Nascido na zona rural de Petrolina, à beira do Rio São Francisco, Geraldo conviveu com a música desde cedo. Sua mãe, professora, cantava e promovia eventos culturais na escola que funcionava em sua própria casa. Nestes eventos, aos quatro anos de idade, Geraldo já cantava e se apresentava.

Aos cinco anos de idade, ganhou seu primeiro violão, confeccionado pelo pai, e já arriscava os primeiros acordes. Mais tarde, na adolescência, com o surgimento da bossa nova, Geraldo encanta-se pela música de João Gilberto, e passa a estudar violão com mais afinco, como autodidata, com apenas 12 anos.

Inicia sua carreira musical em um programa de rock na rádio difusora de Petrolina e, logo, passa a apresentar o programa Por Falar em Bossa Nova. Muda-se para Recife para cursar arquitetura, mas a música fala mais alto. Forma parcerias de sucesso e começa a apresentar-se em universidades, participa de alguns coletivos de artistas e faz trabalhos que unem o teatro, a literatura e a música.

Logo começa a compor, muda-se para o Rio de Janeiro e torna-se um dos mais requisitados violonistas do país. Como músico, acompanha Geraldo Vandré e – durante os nos de chumbo da ditadura – é preso e torturado e só retoma a carreira no início dos anos 70, ao reencontrar-se com o conterrâneo Alceu Valença e lançar com o ele o seu primeiro disco, Quadrafônico, que funde o rock com as influências regionais.

O seu primeiro LP solo veio em 1977. Depois disso, Geraldo Azevedo lançou um sucesso atrás do outro, em mais de 50 anos de parcerias de sucesso, com outros nomes como Luiz Gonzaga, Elba Ramalho e Zé Ramalho. A cada passo de sua brilhante carreira na música, luta para manter a tradição de suas raízes culturais e combate incessantemente o preconceito contra o povo nordestino.

Juntos, ele, Alceu, Elba e Zé Ramalho ainda formaram um dos mais importantes encontros da música popular brasileira: O Grande Encontro.

Entre os maiores sucessos de Geraldo Azevedo, estão as canções Dia Branco (parceria com Renato Rocha), Bicho de Sete Cabeças II (com Zé Ramalho e Renato Rocha), Dona da Minha Cabeça (com Fausto Nilo), Canção da Despedida (com Geraldo Vandré), Talismã (com Alceu Valença), Canta Coração (com Carlos Fernando), Moça Bonita (com Capinan) e Taxi Lunar (com Zé Ramalho e Alceu Valença).

Viva, Geraldo Azevedo!

Noticias
 

DESTAQUES | PODCASTS