Trinca de Ases se apresenta em São Paulo

8 de agosto de 2017Notas Musicais

Com inéditas, Trinca de Ases se apresenta em São Paulo e faz homenagem a Luiz Melodia

 

Difícil é a tarefa de escolher um adjetivo que descreva como foi a apresentação do Trinca de Ases. A banda composta pelo trio inesperado de Gal Costa, Gilberto Gil e Nando Reis resumiu mais de um século de experiência em um super show. A apresentação da turnê em São Paulo, não deixou a desejar e teve a sessão esgotada.

 

A performance abriu com a música que dá nome ao trio que chegou em ritmo de celebração. “Ensaiamos praticamente o último mês inteiro para apresentar algo minimamente interessante para vocês. Muito obrigada por terem vindo.” disse Gilberto Gil sem modéstia. O público foi a delírio depois da declaração que foi embalada por uma longa salva de palmas.

 

O espetáculo seguiu com muitas surpresas. Algumas canções, velhas conhecidas do público, como “All Star”, de Nando Reis, “Cores Vivas”, de Gil, e “Baby”, de Gal Costa ganharam novos arranjos e a participação de novas vozes para engrossar o coro que que foi acompanhado pela plateia.

 

Em determinado momento, Nando Reis interrompeu o show para expressar a emoção de dividir o palco com os músicos. Visivelmente emocionado, ele não deixou de lembrar de sua trajetória até o presente momento: “É uma imensa alegria estar no palco hoje juntando os três pilares da minha vida: a música, ao lado desses dois mestres, estar em São Paulo, ao lado da minha família e claro, estar acompanhado por essa banda maravilhosa.”

 

O show seguiu com a apresentação de canções inéditas, como “Tocarte”, composta especialmente para a turnê, e também com uma homenagem a Luiz Melodia, de quem Gal Costa gravou a música “Pérola Negra”. A canção faz parte do disco “Gal a todo vapor”, lançado em 1971. “Agora eu vou cantar uma canção composta pelo Luiz Melodia. Ela fez muito sucesso. É uma homenagem que fizemos a ele. A princípio, ela não estava programada, mas por sugestão do Nando Reis acabou entrando para o nosso roteiro depois de sua partida.”, disse antes de emplacar a música.

 

A apresentação aconteceu durante duas horas e teve direito a um bis recheado de empolgação tanto por parte da plateia quanto dos artistas que deixaram um gosto de “quero mais”.

 

A turnê Trinca de Ases segue agora para outras capitais como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Fortaleza.

 

 

Os três Mosqueteiros

 

A ideia de fazer um trabalho juntos surgiu depois que os três artistas fizeram uma apresentação, em Brasília, em homenagem ao centenário de Ulysses Guimarães. Assim surgiu o Trinca de Ases. “Foi algo que aconteceu ali e nos agradou. Surgiu uma faísca que nos deu uma vontade de continuar”, descreveu Nando Reis.

 

Essa união dá continuação a uma série de turnês comemorativas com o simples intuito de celebrar a música. Como recentes “Grande Encontro” que reuniu Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença e “Dois amigos, um século de amizade” que uniu Caetano Veloso e Gilberto Gil.

 

<p style=”font-size:12px”>Por: Raphaela Cunha</p>