País Tropical – Uma declaração de amor ao Brasil

14 de julho de 2017Notas Musicais

Em 1963 Jorge Ben Jor (na época só Jorge Ben) estava na “crista da onda” com os sucessos “Mas que nada”, “Chove Chuva” e “Por causa de você, menina”, mas, de repente, começou a perder espaço no cenário musical. Seu ritmo “samba-rock”, que utilizava guitarras elétricas, era visto com maus olhos pela turma da MPB, mais politizada e que enxergava o ritmo como símbolo do imperialismo ianque e do rock n´roll.

Porém a turma tropicalista, formada por Caetano Veloso, Gal Costa e Gilberto Gil tinham a música de Jorge Ben como referência ao movimento e foram os primeiros a interpretar a música “País Tropical”, em 1969. A música também foi gravada por Sérgio Mendes, nos Estados Unidos.

Mas “País Tropical” só se tornou mesmo um dos maiores hits da música brasileira na voz do cantor Wilson Simonal, que, na época, disputava com Roberto Carlos o posto de maior cantor do Brasil. Simonal ouviu a música do velho amigo Jorge sobre as maravilhas de se viver em um país abençoado por Deus e bonito por natureza, de ser Flamengo e ter uma nega chamada Teresa, narrado em uma linguagem malandra e se apaixonou na hora!

Uma outra versão dessa canção também ficou bem popular, onde Simonal não canta a última sílaba das palavras, como “Mó num pá tro pi”, por exemplo. Essa abreviação virou ícone sonoro por um tempo. A música é uma verdadeira declaração de amor pelo país, considerada hino de alegria e brasilidade.

Fonte: “101 Canções que Tocaram o Brasil” – Nelson Motta – 2016

Voltar