Na rua, na chuva, na fazenda…

A música “Na rua, na chuva, na fazenda” já virou um clássico da música brasileira e atualmente é bem conhecida na voz de Paula Toller, vocalista da banda Kid Abelha. Mas a versão original é do cantor e compositor Hyldon e a letra foi inspirada em uma “musa”. Ele conta que, quando adolescente, sua mãe morava em uma ilha e havia uma excursão promovida por uma escola passando por lá.

O garoto estava pela região no dia e logo notou uma garota morena no grupo. Foi paixão à primeira vista! Ela se chamava Gioconda e morava na cidade de Juiz de Fora – MG. Após esse encontro, eles começaram a se corresponder por cartas e Hyldon passava seus dias pensando na garota e compondo músicas em seu violão. Um dia soube que ela passaria o carnaval com seus pais em uma fazenda. Ele estava hospedado junto com uma turma de amigos em Itaipava, litoral sul capixaba, onde havia um coreto coberto com sapê. Assim, o cenário serviu de inspiração e, tomado pela saudade da garota, compôs a letra de “Na rua, na chuva, na fazenda”.

A canção entrou para seu primeiro álbum, lançado em 1975 pela Polydor e virou hit na época, sendo uma das mais tocadas em todas as rádios! Hyldon conta que Chico Buarque foi encontrá-lo e apresentou sua esposa, Marieta Severo, revelando que aquela era a música que simbolizava o romance do casal!

A música foi regravada pela banda Kid Abelha em 1996, para o álbum “Meu Mundo Gira em Torno de Você”. Coincidentemente, no início de sua carreira, Hyldon tocava em bailes com uma banda chamada “Os Abelhas”!

Mas como terminou essa história de amor? Com o primeiro dinheiro que recebeu pelos direito autorais da música, Hyldon comprou um carro e foi visitar Gioconda em Minas Gerais. Porém com o passar do tempo o romance foi esfriando e outras musas apareceram pelo caminho do artista…