Voltar

Chineses planejam investir R$ 32 bi no Rio de Janeiro

Depois de entrar no consórcio do Galeão e anunciar a aliança com a Petrobras para construir uma refinaria no Comperj, os chineses pretendem estender seus negócios no estado do Rio de Janeiro. O projeto de privatização da Cedae, a venda da Light, a injeção de capital na Oi e o término da construção da usina […]

Publicado em 17 de julho de 2017

Depois de entrar no consórcio do Galeão e anunciar a aliança com a Petrobras para construir uma refinaria no Comperj, os chineses pretendem estender seus negócios no estado do Rio de Janeiro. O projeto de privatização da Cedae, a venda da Light, a injeção de capital na Oi e o término da construção da usina nuclear de Angra 3 estão na mira. Se forem concretizadas, essas transações podem resultar em pelo menos R$ 32 bilhões em investimentos, segundo informações do Jornal O Globo de hoje. O movimento é reflexo de um processo de internacionalização da China e da recessão que deixou os ativos mais baratos no Brasil e, em especial, no Rio de Janeiro.